Os Arquivos de Berzin

Arquivos sobre Budismo do Dr. Alexander Berzin

Mudar esta página para Versão Texto. Saltar para navegação principal.

Home > Autor > Breve Biografia de Alexander Berzin

Breve Biografia de Alexander Berzin

Dr. BerzinAlexander Berzin nasceu em 1944, em Paterson, New Jersey, e concluiu em 1965 a sua licenciatura na Faculdade de Estudos Orientais, Universidade de Rutgers, em conjugação com a Universidade de Princeton; concluiu o seu mestrado em 1967 e doutoramento em 1972, na Faculdade de Línguas do Extremo Oriente (Chinês) e de Sânscrito e Estudos Indianos, Universidade de Harvard. Entre 1969 e 1998, residiu principalmente em Dharamsala, India, no início como bolseiro do [Programa] Fulbright, estudando e praticando com mestres de todas as quatro tradições do budismo tibetano. Seu professor principal foi Tsenzhab Serkong Rinpoche, o falecido Parceiro Mor de Debates e Tutor Assistente de Sua Santidade o Dalai Lama. Serviu como seu intérprete e secretário durante nove anos, acompanhando-o em várias excursões mundiais. Ocasionalmente também serviu como intérprete de Dharma para Sua Santidade o Dalai Lama.

Membro fundador do Departamento de Tradução da Biblioteca de Obras e Arquivos Tibetanos, Berzin desenvolveu, para a língua inglesa, uma nova terminologia para a tradução dos termos técnicos tibetanos frequentemente mal entendidos. Trabalhando com tradutores de muitas outras línguas, ajudou-os a rever e a desenvolver a sua terminologia de acordo com os mesmos princípios.

Desde 1983, Berzin tem viajado por todo o mundo, ensinando vários aspectos da filosofia e prática budistas, assim como da história mongol-tibetana, e da teoria astro-médica, em centros budistas e universidades em mais de setenta países. Suas viagens focalizaram-se principalmente no antigo e atual mundo comunista, na América Latina, África, Ásia Central e no Médio Oriente. Além da publicação das suas numerosas obras e traduções, muitas das suas palestras foram publicadas nas línguas dessas regiões.

Berzin serviu como ligação não oficial em vários projetos internacionais da cultura mongol-tibetana, tais como um programa de ajuda médica para as vítimas de Chernobyl, com o Ministério da Saúde da Russia, e um projeto na Mongólia, para a Gere Foundation, de publicação de livros sobre o budismo, numa linguagem coloquial, para ajudar a reavivar a cultura tradicional. Foi também crucial no estabelecimento e desenvolvimento de um diálogo islamo-budista.

Em 1998, Berzin regressou ao Ocidente para ter condições mais conducentes para escrever. Viajando ocasionalmente, ensina em diversos centros budistas, mas dedica a maior parte do seu tempo à preparação, para o site dos Arquivos de Berzin, dos seus trabalhos não publicados. Vive atualmente em Berlim, Alemanha.